FUI TRAÍDA - O QUE A BÍBLIA DIZ?

A luz da bíblia - o que a mulher deve fazer quando é traída? Partindo de um entendimento anti-bíblico de igualdade entre homem e mulher, bastaria verificar nos posts anteriores (1 e 2) (Clique nos números e leia) e agir como se fosse um homem traído.

Mas tanto biblicamente falando, como mundanamente falando, não existe essa igualdade pretendida por muitos. É fato que em muitíssimos casos, hoje em dia, existem mulheres que são sustentadoras e provedoras do lar. Mas isso não é suficiente para haver uma igualdade dentro do casamento. Existem outros inúmeros fatores de ordem não econômica, tais como os biológicos e sociais, que continuam dando a prevalência ao homem na vida do casal.
E vendo nessa ótica histórica, social, biológica e bíblica: a traição masculina difere da traição feminina. Os povos de todos os tempos, culturas e geografias são extremamente condescendentes com a traição masculina e a bíblia não fica atrás nesse assunto.
Puro machismo! Dirão muitos. Traição é traição, não importa quem é o traidor. Frases assim são ditas aos milhões, mas é pura infantilidade e boba simplificação dos fatos.
Vou fazer uma comparação, que alguns julgarão ridícula e inapropriada, mas que é totalmente realística e cotidiana. Se um funcionário de uma empresa briga com seu patrão e indignado pede demissão, ainda que correto em sua atitude, poderá amargar muito sofrimento. E se você trabalha como empregado, como eu trabalho, sabe muito bem disso.
Eu sei que não devo compactuar com a injustiça e que não devo aceitar ser humilhado, mas também sei que preciso pagar meu aluguel, meu supermercado e a escola dos meus filhos. Assim sendo, se eu contar para alguém que estou sendo humilhado no trabalho e esse alguém me aconselhar pedir demissão, vou considerar que essa pessoa não entende nada da vida.
Mas digamos que eu seja altamente qualificado e que tenha vários convites de outras empresas para trabalhar, ganhando inclusive mais do que eu estou ganhando atualmente. Mesmo assim, preciso pensar bem. Pois talvez os convites não sejam verdadeiros e depois que pedir demissão, fique desempregado e tenha que morar debaixo da ponte.
Talvez por ser assim a vida, que a bíblia minimize a traição masculina, menos por ela ser machista e mais para proteger a mulher!

Verificada a situação econômica, vejamos agora a questão biológica. Um homem traído pode criar e sustentar um filho que não é sua continuidade genética. Uma mulher sempre sabe que o filho que está na sua barriga é seu mesmo.
Vejamos a questão social. Uma mulher que trai ou é separada, divorciada ou com vários casamentos não é bem vista socialmente. Um homem nas mesmas situações também não é bem visto, mas infinitamente menos recriminado.


Perceba-se que em três esferas: econômica, biológica e social, a traição masculina tem carga menor. E no campo biológico/genético a traição feminina é muito injusta para com o homem.
Por todos os motivos acima a legislação bíblica considerou que não existe uma traição masculina que permita a mulher se separar do seu marido. Entendendo que a traição fosse com mulher solteira (não prometida, não casada, não noiva)

 “Não deves cometer adultério.” (Êx 20:14; De 5:18; Lu 18:20)  refere-se a invasão adúltera do domínio de outro homem, que era proibida, assim como eram outras formas de má conduta sexual.

E nem sequer considerou que exista traição masculina - digna de punição social.
Mas tem uma coisinha aqui que vai mudar quase tudo que acabei de explanar, eu disse quase tudo e não tudo. A bíblia considera como adultério a violação dos votos do casamento. E nós ocidentais dos tempos modernos trocamos votos idênticos ou quase idênticos nos casamentos. E conversamos muito antes de casar sobre coisas que aceitamos e coisas que não admitimos. E cabe cumprir esses votos feitos: tanto os solenes, como os que foram combinados nas conversas enquanto namoramos antes de nos casar.
Sendo assim, uma mulher traída deve entender que uma traição masculina tem menos peso biblicamente, mas tudo depende de sua condição econômica, social, biológica e dos pactos e votos feitos entre o casal e a importância que você atribui a fidelidade conjugal.

Bem entendido que o traidor, fornicador e adúltero corre sério risco de perder sua própria salvação e provavelmente destruirá a felicidade do casal e dos filhos se os tiver.

Além de estar provavelmente vivendo na mentira e desviando (roubando) dinheiro que deveria estar sendo gasto no lar.  
Sem contar o risco de filhos fora do casamento!

(Considerações Finais)
Nada melhor que um exemplo para entendermos as consequencias da traição masculina:
 
Um certo marido tinha 4 filhos com uma mulher a quem muito amava.  Porém por se encontrar na idade do "Lobo" ou seria do "Bobo" procurou uma aventura fora do casamento.  Essa outra mulher, bem mais nova, o enfeitiçou a tal ponto que ele se descuidou e a engravidou.
Não podendo abandoná-la por conta desse filho, pois ela foi posta para fora de casa, largou o casamento anterior (sua mulher e todos seus filhos).
Passou o resto da vida se embriagando com saudades da família que perdeu!

Em tempos remotos no tempo e espaço (da bíblia) um homem de posses - um Senhor - podia ter concubinas, além de sua mulher e criar filhos de mães diferentes como irmãos. Em alguns lugares (no Oriente) isso ainda é prática, ainda que cada vez menos corriqueira.  Mesmos nesses países orientais, em que existe essa tradição cultural, o conjunto de problemas e consequencias nefastas dessa prática a inviabiliza.

CONCLUSÃO

Um homem com mais de uma mulher nunca dará certo, pois está escrito:

 "Não tendes lido que o Criador, desde o princípio, os fez homem e mulher e que disse: Por esta causa deixará o homem pai e mãe e se unirá a sua mulher, tornando-se os dois uma só carne?"
 Veja que Jesus diz:
02 (dois) devem ser uma só carne: 01(hum) homem e 01 (uma) mulher.

A fantasia sexual masculina de harém - se ter várias mulheres -  não se encaixa no mundo real e nem da palavra de Deus (ainda que essa traição tenha menos peso na bíblia é funesta - caminho de morte).

Não abordamos nesse texto a dor da mulher traída e os consequentes traumas causados, pois para isso já existe milhares de textos, e um consenso social.


http://livrodoslivros.blogspot.com.br/2008/08/divrcio-o-que-jesus-disse.html



3 comentários:

ROD disse...

Isso soou como desculpa machista, sem fundamento, ridícula, sem nenhuma citação bíblica, e com muitos erros de interpretação do próprio autor. Me lembra muito o pastor Pedreiro que adulterou com "base bíblica"
"O meu povo é destruído por falta de conhecimento" Os 4:6

Adams Katzen disse...

Homem e Mulher são IGUAIS!!
Se a sociedade veem a traição masculina com menos efeito, isso é problema das trouxas que acham normal e atribuem caráter ao sexo..Aí está o problema..as pessoas atribuem caráter ao sexo..Mulher tem que ser assime homem ser assado.. É por isso que no meu dia a dia utilizo palavras que denigrem os homens (que o merecem) como put¨biscate piranha Vagabundo..quengo e assim por diante por que é o que são//causam sofrimento e humilhação a mulher ALIAIS a Esposa traída..vão pagar pelo que fizeram seja aqui ou no outro lado da vida !!!!!!!!

Adams Katzen disse...

concordo plenamemte com voce ainda bem que voce não é mulher idiota e sim sábia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...